quarta-feira, 20 de maio de 2015

Bom dia a todos neste belo filme da vida!
"Não me interessa o que você faz para ganhar a vida.
Quero saber se você se arriscará a parecer um tolo por amor, por sonhos, pela aventura de estar vivo.
Quero saber se pode suportar a dor, minha ou sua, sem procurar escondê-la, reprimi-la ou narcotizá-la. Quero saber se você pode aceitar alegria, minha ou sua.
Não me interessa se a história que me conta é a verdade.
Quero saber se consegue desapontar outra pessoa para ser autêntico consigo mesmo, se pode suportar a acusação de traição e não trair a sua alma. Quero saber se você pode ver beleza mesmo que ela não seja tão bonita todos os dias. Quero saber se você pode viver com o fracasso, seu e meu, e ainda, à margem de um lago, gritar para a lua prateada: ‘Posso!’
Não me interessa onde você mora ou quanto dinheiro tem.
Quero saber se pode levantar-se após uma noite de sofrimento e desespero, cansado, ferido até os ossos, e fazer o que tem de ser feito .Não me interessa saber quem você é e como veio parar até aqui. Não me interessa saber onde, o quê, ou com quem você estudou. Quero saber o que o sustenta a partir de dentro, quando tudo o mais desmorona. Quero saber se consegue ficar sozinho consigo mesmo e se, realmente, gosta da companhia que tem nos momentos vazios, este é o nosso filme da vida."
Sonhador da Montanha Oriah- ancião índio americano ( Editado )

PERTO DE MORRER, ALEXANDRE, O GRANDE, FEZ 3 PEDIDOS AOS SEUS MINISTROS:

1) Que seu caixão fosse carregado pelos melhores médicos da época.

2) Que os tesouros que tinha, fossem espalhados pelo caminho até seu tumulo.

3) Que suas mãos ficassem fora do caixão e a vista de todos.

Os ministros surpresos perguntaram quais são os motivos?

Ele respondeu:

1) Eu quero que os melhores médicos carreguem meu caixão, para mostrar que eles não têm poder nenhum sobre a morte.
2) Quero que o chão seja coberto pelos meus tesouros, para que todos possam ver que os bens materiais aqui conquistados, aqui ficam.
3) Eu quero que minhas mãos fiquem para fora do caixão, de modo que as pessoas possam ver que viemos com as mãos vazias, e de mãos vazias voltamos.

“TEMPO” é o tesouro mais precioso que temos, nós podemos produzir mais dinheiro, mas não mais tempo …!

O melhor presente que você pode dar a alguém é o seu tempo! Dedique mais do seu tempo para Deus e família.


"Gosto de pensar na vida assim, como caminhos a serem percorridos, capítulos que devem ser fechados para que novos possam ser abertos. Sem atravessar uma rua, você não chega a outra, e fica preso em um presente que pode ser satisfatório, mas pode estar abrindo mão de algo muito melhor, que jamais ficará sabendo se não atravessar."
"Eu sempre acreditei em números, nas equações, na lógica que leva à razão. Mas depois de uma vida inteira nesta jornada, eu me pergunto: O que realmente é a lógica? Quem decide a razão? Minha busca me levou pelo físico, o metafísico, o ilusório... E de volta. E eu fiz a descoberta mais importante da minha carreira. É apenas nas misteriosas equações do amor que qualquer lógica ou razão pode ser encontrada..."

terça-feira, 19 de maio de 2015


"No final do túnel existe uma janela. Talvez você precise antes passar por uma sequência interminável de portas fechadas e treinar seus ouvidos para som da batida de cada uma delas, mas não deixe de caminhar. Eu sei que não tem a menor graça andar no escuro, e por não saber nada sobre o caminho, algumas vezes você irá tropeçar. Mas lembre-se, que é justamente essa coragem de andar por um lugar desconhecido e adquirir habilidade para se curar de cada tombo, que fará você começar a enxergar aos poucos frestas de luz. E pode não parecer, mas o som de cada porta se fechando um dia irá soar como música aos seus ouvidos. A canção de quem aprendeu a ler as esperas. De quem aceitou a partitura da fé e aprendeu a tocar as notas no momento adequado, na afinação de Deus!..."

segunda-feira, 18 de maio de 2015




-Azul de menino, Rosa de menina.
Joana veste rosa
João veste azul
Compra cozinha para Joana
Compra carrinho para João
– Veste essa saia, menina...
– Menino veste o calção.
– Fecha essas pernas, Joana.
– Não se afemine João.
– Pega a boneca e nina, menina...
– Solta essa boneca, João!
Cabelo grande é de menina
Cabelo curto é de João
Vestido é coisa de menina
Menino não pode não
Menina tem que ser feminina
Menino tem que ser machão
Homem não chora não
Mulher tem que se dar o respeito
– Anda entre amigas, Joana. Menino não presta...
– João, beija logo essas meninas. Não perde tempo não, bestão!
– Joana, olha essa roupa curta, hein?!
– Está calor João, pode tirar a camisa.
Joana não pode beijar qualquer um
João vai lá pegar quantas quiser
Joana não pode embriagar-se, desde sempre deve comportar-se.
João pode beber, beijar, agarrar, farrear, e depois desculpar-se.
Joana não pode trepar, por eles só se for namorar.
João pode ir pra cama se esbaldar, tem “vadia” pra dar.
(E vai gozar primeiro.)
Joana não precisa pagar motel, já vai dar.
(Sem gozar)
João é homem, deve pagar.
Joana não pode tocar siririca, é feio, mulher tem que se respeitar.
João toca todo dia, tem que tocar.
Joana lava as calcinhas
João nem a cueca tira do lugar
Joana anda na rua sozinha com medo.
João com medo de assalto.
Joana com medo de assédio, assalto e assassinato.
Joana tem que casar, ter filhos, e para o marido cozinhar.
Joana tem que aprender a cozinhar.
João tem que trabalhar, ter filhos, beber, trepar e sustentar
Pode bater se Joana reclamar.
Joana não pode trair
João é homem, pode sim.
Joana não pode abortar, é assassina desde já.
João fugiu, ninguém perguntou.
Se o filho nasceu, João mal cuidou.
Joana mãe, pariu, agora tem que se cuidar.
João paizão, o bucho pode lhe enfeitar.
Joana coitada, cansada da vida ingrata.
João... Transformou-se num “cuzão”.
Joana e João, reféns da padronização.
- Amanda Timóteo

quinta-feira, 16 de abril de 2015

segunda-feira, 6 de abril de 2015

"Grandes Amizades não se perdem por Pequenos Motivos. Às vezes, na vida, são formados alguns laços que nunca podem ser quebrados.Às vezes, você realmente pode encontrar uma pessoa... que ficará do seu lado não importa o que acontecer.Talvez você a encontre no seu conjugue e comemore com o casamento dos seus sonhos.Mas também existe a possibilidade daquela pessoa com a qual você pode contar pela vida toda, "aquela" pessoa que conhece você... Às vezes mais do que você se conhece, ser a mesma pessoa que tem estado ao seu lado desde sempre." 

Bride Wars - 2009
Que eu encontre dentro de mim as doses de amor que preciso, para viver todos os dias com a certeza que sou feita de sentimentos bons, e se porventura algo amargar, que eu feche os olhos e retorne para dentro outra vez até que adoce novamente.”
Scheila Hinnah


"No fim de toda a nossa jornada, deveríamos retornar ao local de onde partimos e conhecê-lo pela primeira vez." 
 Four Quartets, T.S. Eliot

quinta-feira, 2 de abril de 2015

"Só que homossexualidade não existe, nunca existiu. Existe sexualidade - voltada para um objeto qualquer de desejo. Que pode ou não ter genitália igual, e isso é detalhe. Mas não determina maior ou menor grau de moral ou integridade."

Caio Abreu


      Quem procura não acha. É preciso estar distraído e não esperando absolutamente nada. Não há nada a ser esperado. Nem desesperado.


  •             Caio Abreu


"Um guarda-roupa abarrotado de lembranças: eu preciso escolher entre um sapato, que odeio e aquele que você me sorriu de presente.Saio descalça com música no ouvido pra preencher as reticências que você deixou. Pensar, hoje, torce o peito. O olhar namorando o chão. E aquele carro quase me atropela, porque me distraí contemplando ontem, quando você me presenteou com aquela mensagem comprida. E penso, enquanto meu pé esquerdo se fere numa pedrinha afiada, que eu gosto quando você me chama pro palco.E como foi frase dura, curta – um tiro e ponto – te ver molhando o indicador com sua saliva e virando nossa página. O meu descer as escadas, olhar a placa de saída – escrita com um erro ortográfico – rodar a chave, te entregar a chave e sumir – a duzentos km por lágrima. Gasolina vazando pelas ruas do seu bairro, como se fossem sementes minhas –  na esperança de me florescerem. Um busto meu manchando a fotografia da sua janela, imagem enjoativa, que te afasta.Buracos, buracos e mais buracos, ocos. Como minha caixa de mensagens. Como esses dias. Como minha presença."
Priscila Nicolielo



Sabe o que é não se importar com o humor do cabelo? Então, é assim que sou – ou pelo menos deveria ser mais vezes. É que tem dias que nem o espelho parece querer me ver. Mas aí esse dia acaba, outro começa, meu cabelo acorda sorrindo e saio de casa para viver.
E eu sei que dizendo dessa maneira pareço ser a pessoa mais interessante do mundo; a mais segura, beiro até o exagero da confiança dando a entender que eu não preciso de outro alguém, mas é muito pelo contrário. Eu preciso e você também, mas nós precisamos mais de nós mesmos.
É que eu não quero depender de alguém para a vida me fazer bem.
Quando lembro de coisas que gostei de viver, tipo aquela boca que eu não queria parar de beijar ou daquelas pernas que se enroscavam nas minhas, eu paro e penso: que bom que pude viver isso, que pena que não posso mais, que ótimo que continuo aqui para viver outras coisas ainda melhores. Eu sou a minha melhor companhia.
Eu que não vou me enfiar em dívidas para ter a roupa da moda, e assim chamar a atenção como alguém que se atualiza, fazendo chover selfies no instagram mendigando elogios previsíveis. Prefiro gastar alguns trocados com bobagens no supermercado antes do meu seriado preferido de todo o sábado. A diferença é que eu não estou nem aí se vou transar no fim de semana ou não, não estou nem aí se vou naquele show bombado em que todo mundo vai só pra falar que foi. Eu não quero saber disso. Eu sou a minha melhor companhia. Sou eu quem lida com a minha relação com a balança. Sou eu quem lê os livros mais aleatórios. Sou eu quem toma iogurte, se suja e lambe o potinho.
Ninguém nunca vai ser melhor pra mim do que eu mesmo. E isso não me faz alguém mais cheio de razão, alguém que não erra a não sofre, de novo, muito pelo contrário, pois confesso: eu pago o preço de ser real e ele custa cada lágrima que me desce o rosto feito navalha. Aí passa. Faço um acordo com o calendário e quando me dou conta lá estou eu de novo seguindo como se não tivesse vivido nada antes.
Não trato a vida com desdém, só não trato alguém como o último alguém. Pois os beijos acabam, mas a dor também.
Eu sou a minha melhor companhia. Eu tenho certeza de todo o bem que posso fazer e qualquer hora o mundo se encaixa e eu encontro um alguém para atravessar a rua correndo. O negócio é que eu não me preocupo com isso. Não vivo esperando, vivo fazendo. Não vivo em função dessa condição para ser feliz, todo dia eu dou um jeito de ser feliz. Se você não aguenta ficar um fim de semana sem alguém, você provavelmente é alguém que ninguém conseguirá ficar um fim de semana com você.
Sabe o que é não se importar com o humor do cabelo? Eu tenho tanto tanta dívida para pagar que seria uma tremenda injustiça me preocupar se leram a mensagem mas não me responderam. Eu não quero dedicar meu tempo para quem não me dedica pelo menos atenção.
Eu sou a minha melhor companhia.
Sou quem dá risada sem medir o som, sou quem canta em voz alta no metrô, sou que ignora o mundo ao redor quando estou lendo, sou quem passa batido por conhecidos nas ruas graças aos meus fones de ouvido, sou quem passa horas na loja provando uma outra ou outra peça de roupa – e muitas vezes nem levando, sou quem não se importa no vizinho de poltrona no cinema, sou quem chora ri sozinho quando vê o crédito do vale-refeição acabando no recibo. Eu sou a minha melhor companhia, uma companhia boa de ficar, uma companhia completa porém disposta a encontrar outra para acompanhar, afinal, ninguém é bom o bastante que outro alguém não possa melhorar.

quarta-feira, 1 de abril de 2015


                   "Tudo aquilo que algum idiota diz que é urgente, é algo que algum imbecil não fez em tempo hábil e quer que você, o otário, faça em tempo recorde!"

“A pessoa mais bacana do mundo também tem um lado perverso. E a pessoa mais arrogante pode ter dentro de si um meigo. Escolhemos uma versão oficial para consumo externo, mas os nossos eus secretos também existem e só estão esperando uma provocação para se apresentarem publicamente. A questão é perceber se a pessoa com quem você convive ajuda você a revelar o seu melhor ou o seu pior.”

                                                    ATITUDE!!

  Uma mulher acordou uma manhã após a quimioterapia, olhou no espelho e percebeu que tinha somente três fios de cabelo na cabeça.
- Bom (ela disse), acho que vou trançar meus cabelos hoje.
Assim ela fez e teve um dia maravilhoso.
No dia seguinte ela acordou, olhou no espelho e viu que tinha somente dois fios de cabelo na cabeça.
- Hummm (ela disse) acho que vou repartir meu cabelo no meio hoje.
Assim ela fez e teve um dia magnífico.
No dia seguinte ela acordou, olhou no espelho e percebeu que tinha apenas um fio de cabelo na cabeça.
- Bem (ela disse), hoje vou amarrar meu cabelo como um rabo de cavalo.
Assim ela fez e teve um dia divertido.
No dia seguinte ela acordou, olhou no espelho e percebeu que não havia um único fio de cabelo na cabeça.
- Yeeesss... (ela exclamou), hoje não tenho que pentear meu cabelo.

ATITUDE É TUDO!


"Dentro de um abraço é sempre quente, é sempre seguro.
Dentro de um abraço não se ouve o tic-tac dos relógios e,
se falta luz, tanto melhor.
Tudo o que você pensa e sofre
dentro de um abraço se dissolve"

Martha Medeiros
Livro: Feliz por nada.

quinta-feira, 26 de março de 2015






Reflexão do dia

"Longe, muito longe, morava um homem que, todos os dias, ia para a praça de sua cidade e tentava convencer as pessoas a mudarem a sua visão sobre o que considerava errado.
Enfim, gastava dias e dias lutando para que entendessem o seu discurso, a sua luta.
Passaram-se muitos anos.
Um dia, o seu amigo que vivera um longo tempo longe dali incomodado por ver o homem ainda na praça lutando, apesar de tanto tempo, foi procurá-lo.
- Você está nessa luta e não vejo grandes vitórias, as pessoas são difíceis de mudar.

Por que você não desiste?
O amigo, ainda com o mesmo entusiasmo, respondeu:
- Não posso desistir, porque senão eles terão me mudado!" 

quinta-feira, 19 de março de 2015

"Pensei... Pensei, e pensei... Acabei decidindo que daqui eu não saio, daqui ninguém me tira. 
Deus me deu o livre arbítrio e vários anos já vividos... Então juntei tudo e decidi que nunca vou deixar de ter 16 anos, às vezes 13, quem sabe num dia 18? Ou 5? 
De repente 28, e até posso me apoderar dos novos e bem vividos, 29 quando quiser!!! Mas, não vou abandonar a faísca de inocência que me manterá jovem até que eu prove da eternidade quando me calar dessa vida. 
Até lá, eu escolho a idade que combinar com o dia... 
E que sejam todos assim, inéditos, entusiasmados e abertos como papel de presente. Porque no final das contas meu presente é essa vida mesmo!!"

Lorraine Melo

quinta-feira, 12 de março de 2015

Acreditar e agir
“Um viajante caminhava pelas margens de um grande lago de águas cristalinas, imaginando uma forma de chegar até o outro lado, aonde era seu destino.
Suspirou, profundamente, enquanto tentava fixar o olhar no horizonte.
A voz de um homem de cabelos brancos quebrou o silêncio momentâneo, oferecendo-se para transportá-lo. Era um barqueiro.
O pequeno barco envelhecido, no qual a travessia seria realizada, era provido de dois remos de madeira de carvalho. O viajante olhou detidamente, percebeu haver letras em cada remo. Ao colocar os pés empoeirados dentro do barco, observou que eram mesmo duas palavras.
Num dos remos estava entalhada a palavra ACREDITAR e no outro, AGIR. Não contendo a curiosidade, perguntou ao barqueiro o motivo daqueles nomes nos remos.
O barqueiro pegou o remo, no qual estava escrito ACREDITAR, e remou com toda força.
O barco começou a dar voltas, sem sair do lugar.
Em seguida, pegou o remo em que estava escrito AGIR, e remou com todo vigor.
Novamente, o barco girou em sentido oposto, sem ir adiante.
Finalmente, o velho barqueiro, segurando os dois remos, movimentou-os ao mesmo tempo, e o barco, impulsionado por ambos os lados, navegou através das águas do lago, chegando calmamente à outra margem.
O barqueiro disse ao viajante:
- Este barco pode ser chamado de AUTOCONFIANÇA. E a margem é a META que desejamos atingir.
Para que o barco da AUTOCONFIANÇA navegue seguro e alcance a META pretendida, é preciso que utilizemos os dois remos ao mesmo tempo, e com a mesma intensidade:
ACREDITAR e AGIR.
Não basta apenas ACREDITAR, senão o barco ficará rodando em círculos, é preciso também AGIR para movimentá-lo na direção que nos levará a alcançar a nossa META.”
Impulsione os remos com força e com vontade, superando as ondas e os vendavais, e não se esqueça que, por muitas vezes, será preciso remar contra a maré.
Acredite, confie e aja sempre de maneira harmônica para conseguir suas metas.

terça-feira, 10 de março de 2015

"Faça o que for necessário para ser feliz. Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade."
Martha Medeiros


quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

 Como já dizia Machado de Assis: 

“Esquecer é uma necessidade. A vida é uma lousa, em que o destino, para escrever um novo caso, precisa de apagar o caso escrito.”